segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

A LIVRARIA BARATA E AS BOAS PRÁTICAS

Deixei de comprar livros na Barata há uns anos, quando fui atendida por uma livreira em estado de sítio emocional, que talvez sonhasse com um papel de pitbull no videoclip de um MC qualquer. Queixei-me ao gerente, que pediu muitas desculpas e lamentou a ausência de “boas práticas”, um eufemismo simpático. O press-release que acabou de chegar da Leya talvez permita que se façam as pazes com uma livraria que perdeu muitos dos seus clientes também por sua exclusiva responsabilidade. Não é isso que está subentendido em baixo, mas enfim. Também há quem não acredite que o homem pisou a Lua.

“O grupo Leya e a Livraria Barata estabeleceram uma parceria para a exploração daquele espaço da Avenida de Roma, em Lisboa. O acordo tem como objectivo a revitalização e dinamização da conhecida livraria, um dos ícones do universo livreiro da capital. É também objectivo fundamental desta parceria a manutenção do excelente serviço pelo qual a Livraria Barata é conhecida entre os seus clientes. O acordo prevê, igualmente, a instalação, no piso -1 da Barata, da "Loja do Professor", espaço que será dedicado aos Professores e às editoras escolares integradas na Leya - Asa, Gailivro, Novagaia, Texto e Sebenta.”

1 comentário:

Bruaá disse...

Já agora, junte-se a esse "excelente serviço" a relação com os editores para o ramalhete ficar completo. No nosso caso, essa Barata é livraria non grata. Foram meses e meses de telefonemas e viagens para lhes apanhar o pagamento devido.

E agora um compromisso publicitário.

"Nexa Baratas e Formigas": Um pó insecticida de uso doméstico com elevada eficácia e persistência destinado ao controlo das baratas, formigas e outros insectos rastejantes.