segunda-feira, 1 de junho de 2009

UMA COLECÇÃO DE ÓCULOS


Abandonei o jardim de modo algo intempestivo, reconheço. Passei os últimos dias numa mini-tournée em escolas EB1 do Alentejo (Cercal, Santo André e Santiago do Cacém), para falar sobre o Não Quero Usar Óculos. Voltei com uma enorme colecção de desenhos e uma corzinha saudável, graças à exposição liberal ao sol, ao ar puro e aos prazeres da boa mesa e boa conversa. Um breve mas eficaz paliativo contra os sintomas da “lisbonite aguda”, doença que progride cada vez mais depressa e obrigará a decisões drásticas, mais tarde ou mais cedo.

O tema do relacionamento dos escritores com as escolas é algo a que quero voltar proximamente; para já, aqui fica a série de óculos desenhados pelo João, da EB1 nº 1 do Cercal do Alentejo. A saber:

- Óculos para irem a outro mundo
- Óculos para ver tudo pequeno
- Óculos para ser amigo do Drácula
- Óculos para os homens ficarem apaixonados
- Óculos feitos de materiais reciclados
- Óculos para ver o interior das pessoas
- Óculos para passar os sítios rochosos
- Óculos para ser um índio verdadeiro
- Óculos ferozes
- Óculos para ver tudo cómico
- Óculos que fazem as pessoas serem peritas em matemática
- Óculos para as raparigas ficarem apaixonadas
- Óculos para dormir
- Óculos destruidores
- Óculos que amarrotam
- Óculos de luz reais
- Óculos de sol com postes em cima deles

(Começo a preocupar-me com a concorrência…)

2 comentários:

emilie souza dwytan disse...

também coleciona óculos?

ah, encontrei seu blog por acaso...estava procurando informações sobre "Tales os Despereaux" e achei um textinho seu.

mas ,não sei ao certo...você é escritora?

vera disse...

adorei conhecer este blog, que prazer de ler !